Tipos de impressão:quais os métodos disponíveis? - Ginkgo Design Studio
DesignDesign Gráfico

Tipos de impressão:
quais os métodos disponíveis?

By Setembro 10, 2020 Setembro 12th, 2020 No Comments

A produção de um projecto gráfico exige um cuidado especial no que diz respeito à qualidade do resultado final. Existem vários factores envolvidos na hora de escolher o melhor método e existem diferentes técnicas possíveis de impressão. Conhece quais os métodos disponíveis nos tipos de impressão? O Design realizado, os materiais usados, as cores e os acabamentos são apenas alguns factores a ter em conta, neste trabalho que envolve técnica, rigor e cuidado. 

Apresentamos, por isso, alguns dos métodos mais habituais, usados para imprimir os Designs da Ginkgo Design Studio:

1. Offset

O processo de impressão offset é o mais utilizado no mercado gráfico.

A offset é ideal para impressões em grandes quantidades e usa uma técnica indireta, ou seja, a imagem não passa directamente para o material. Este método usa matrizes de chapa de alumínio, o que faz com que o material seja passado para a matriz e só depois transferido para o papel/material. Usam-se dois tipos de cilindros pressionados um contra o outro, além do cilindro matriz. O papel passa pela máquina sem precisar de intervenção humana, mas nos ajustes, controles de água e tinta, os técnicos são indispensáveis para o bom funcionamento.

Neste tipo de impressão é possível imprimir cores directas, do catálogo Pantone.

O offset é muito usado em cartões de visita, cartazes, folders e livros. Também é ideal para revistas e jornais, materiais que tendem a exigir altas tiragens.

Offset

2. Digital

Ao contrário da impressão offset, a impressão digital é feita directamente no material, utilizando como matriz um arquivo digital (ex: PDF, JPEG), sem a intermédio de chapas. O processo aqui é eletrónico, a laser, e garante a mesma qualidade de uma forma mais rápida. A impressão digital tem vindo a alcançar a qualidade e durabilidade semelhantes das impressões offset. No entanto, apresenta custos mais elevados para grandes quantidades. Alguns locais de impressão utilizam a junção dos dois processos de impressão – offset e digital – para permitir um resultado superior e diferenciado.

Neste caso temos grandes marcas de máquinas de impressão digital como Xerox, Canon, Epson, Okis, Brother.

3. Serigrafia

Serigrafia é um processo de estampagem directa através de uma tela de nylon ou seda, na qual é aplicada a tinta que é posteriormente transferida para a superfície do material, posicionado sob a tela.

Um dos seus grandes benefícios é a possibilidade de imprimir em materiais diversos, com tamanhos e espessuras de variados tipos, num único equipamento.

Para cada cor da impressão é utilizada uma matriz diferente e é uma técnica bastante versátil, que permite produzir cores fortes, mas também tons subtis e esbatidos.

Este é o processo utilizado principalmente na produção de brindes em grandes quantidades, como camisolas, cartazes e canecas.

 


Como escolher o tipo de impressão ideal?

Apesar de termos apresentado os tipos mais comuns, existem outros métodos de impressão disponíveis no mercado e variados factores a ter em conta no momento de imprimir um trabalho. Por isso, é essencial recorrer a um serviço profissional para garantir o melhor resultado para a impressão dos materiais da sua empresa.

A Ginkgo Design Studio tem em conta todos esses factores e equaciona as melhores soluções, para garantir o sucesso do resultado final dos seus projectos.

Fale connosco!

 

Fontes:
ndigitec | medium | prepressure

Deixe o seu comentário